Bardo Abelardo

Graças à música, o bardo Abelardo conseguiu traduzir à linguagem dos humanos os sentimentos dos seres que habitam no fondo das fragas, dos rios e dos mares. Assim conheceremos a história de un pássaro que descobre que nos ramos das árvores aninha a palavra paz, de um carvalho que tinha nascido na bota de um soldado, de um trasgo que vai deitando lixo pela mata fora, da xacia luvinhas ou de Salgadinha, a estrela de Fisterra que parava as guerras .

Como a sua cabeça está cheia de pássaros, voa de vila em vila e de cidade em cidade contando e cantando  contos e histórias às meninas e meninos  para que tomem conta da palavra PAZ.

Podeis olhar um exemplo em:

OS C@NTOS DO BARDO ABELARDO

Mais informação na seguinte ligação:

Tou-po-rou-tou