Quem sou?

SERVANDO BARREIRO (Músico/contador de histórias)

Começa os seus estudos musicais com a guitarra clássica da mão do que fora presidente da Agrupaçom Guitarrística Galega ( A.G.G.) António Uxio Malho, e mais tarde de aperfeiçoamento de dito instrumento com os grandes concertistas: David Russel e Miguel Trápaga. Parelhamente realiza estudos de linguagem e harmonia musical.

Com a base que lhe da esta formaçom clássica e debido ao seu crescente interese pola música tradicional e folclore da Galiza começa a tomar contacto com os instrumentos e cancioneiros galego-portugueses e a fazer arranjos das melodias recolheitas nestes ou do próprio contacto com a gente do rural , bem como composições próprias e de outros autores que ele mesmo interpreta. Fruto de este trabalho foi o prémio conseguido no IV FESTIVAL GALEGO DA CANÇOM”, no que resultou ganhador, e a gravaçom de um CD compartilhado com os demais finalistas.

Durante este tempo ministra aulas de música em diferentes escolas e centros culturais, e realiza todo tipo de concertos tanto na Galiza como no extrangeiro: concertos didácticos, como cantor-autor, de música tradicional, animação …etc. Além de ter umha actitude de compromiso activo com o folclore do seu país, tanto pola sua pertenza a varios colectivos de música tradicional galega (A.G.G. “Asociación de Gaiteiros Galegos”, ou o colectivo “Arma-danças” dedicado ao estudo e espalhamento da música galego-portuguesa), como por ser el mesmo o organizador de actividades culturais.

Assim mesmo dirige ou funda vários tipos de formações musicais. Junto com umha delas, o grupo Retrincos de Valadares grava o CD “O som da sega” em Edições do Cúmio, ao que seguiu um disco constituido básicamente por temas tradicionais para dançar no que o acordeão têm um especial destaque: “A Dança do Lume”, com o grupo Contradança em Chorima Edições. Com este mesmo grupo gravou o CD “Som voltas”, autoeditado e com a colaboração da Associaçom galega da Língua (Agal) . Nos últimos anos vem de gravar um livro-cd para crianças baseado em contos de Anxo Moure e música de ele próprio, chamado “Vicentinho e as árvores da paz” em através editora apresentado em colégios e festivais, e do mesmo autor “A música das árbores” que sairá a luz no outono do ano 2015 com contos do autor e letras dele mesmo e outros poetas.

 

Contador de histórias

O meu gosto polos contos vem de neno, quando os escoitava diretamente de boca do meu avo e eu os interpretava ao meu jeito. Na minha juventude comecei a receber formaçom musical. Meu pai era saxo tenor na banda de música de Valadares e toda a familia ia onde tocava a banda.

Pouco a pouco comecei a incorporar a minha música a espetáculos de teatro e títeres e a fazer representações em festivais, centros culturais e colegios por toda Galiza. Nessa altura eu mesmo comecei a receber aulas de expressom corporal e mais tarde como contador de histórias.

Algumhas de essas histórias incluinas no meu anterior trabalho musical chamado “Som voltas”, como o relato “Sabela” de Castelao.

Trabalhei durante este ano no projeto das           ciclobibliotecas(http://ciclobiblioteca.blogspot.com/) ideado pola asociaçom de educaçom meio ambiental “papaventos” e com o que percorrim numerosos concelhos galegos.

Últimamente venho de gravar e representar com o grupo “tou-po-rou-tou” um espetáculo a base de música, contos e sombras chinesas que se chama “Vicentinho e as árvores da paz” e que sairá em formato Cd de audio em janeiro do próximo ano com o objetivo de fornecer material didático a base de contos e canções para as escolas.